Para compartilhar idéias!



quarta-feira, 9 de março de 2016

Eu estive na Câmara de Maringá...a verdade dos fatos!

Eu ia ficar quietinha no meu cantinho, mas não tem como. Estive na Câmara Municipal de Maringá ontem para acompanhar a homenagem às mulheres realizadas pelos vereadores e prestigiar a Zica Franco, nossa companheira no movimento de mulheres e, também a Iraides Baptistoni e a Ana Lúcia Rodrigues e demais mulheres. Quando chamaram a professora aposentada, Zica Franco, houve vaias de um povo "bem educado" que estava lá. Detalhe: todos sabem que a Zica é petista de longa data e usa uma estrelinha do PT no peito desde sempre. O pessoal que conhece bem a Zica, aplaudiu sob as palavras "Partido das Trabalhadoras". E tudo voltou ao normal. Quando foi chamada a também professora aposentada, a quem respeito muito e tive o prazer de ser aluna, todos aplaudiram. No momento em que a comentarista, falou que era a mãe do juiz Sergio Moro, a plenária começou a clamar "Lula Guerreiro do Povo Brasileiro". E o tal povo "educado" vaiou. O presidente da sessão pediu silêncio e disse que ali não era lugar pois se tratava de homenagem as mulheres. Tudo voltou ao normal novamente. Quando li os jornais hoje estava estampado "Manifestantes do PT interrompem homenagem a mãe de Sergio Moro". Distorceram os fatos. Espera aí! e a professora Zica, que luta faz mais de trinta anos pelos direitos das mulheres e da classe trabalhadora que foi vaiada ferozmente por ser petista assumida, a imprensa não noticia. Claramente se vê por parte dos meios de comunicação o incitamento de ódio aos petistas, distorcem os fatos, nos chamando de arruaceiros e baderneiros enquanto que os que vaiaram a professora petista Zica são o que?
Pra mim, era um momento de celebração e se consideram que foi errado as manifestações para uma senhora de 70 anos, deviam considerar da mesma forma que foi desrespeitoso para uma senhora de 60 anos,  também professora aposentada. 
A imprensa, mais uma vez, faz o que bem entende em nome do ibope. Parece até o editor do filme O Homem Aranha que manda seus repórteres procurarem provas de que o Homem Aranha era bandido.
Valeu a homenagem as 15 senhoras que representam vários setores e atividades da cidade de Maringá, merecedores do Mérito Comunitário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário