Para compartilhar idéias!



segunda-feira, 31 de março de 2014

Debate discute 50 anos do golpe militar

No dia 01/04, às 19h30, no auditório do Bloco C-67, o Instituto Paranaense de Estudos Geográficos, Econômicos, Sociais e Políticos (Ipegesp), que possui convênio de cooperação técnica, científica e cultural com a UEM, promoverá um debate sobre os 50 anos do golpe militar. Com o tema 1964 nunca mais, o evento será aberto a todos os interessados, não havendo necessidade de inscrição. Mais informações pelo telefone: 9976-5095 (Pedro Jorge de Freitas).

domingo, 30 de março de 2014

A culpa é sua! Transformando vítimas em culpadas.

A culpa é sua! Essa frase faz parte do cotidiano das mulheres. Dita de forma explicita ou simplesmente por um olhar, a frase é utilizada para casos de violência contra a mulher. Assim, se o marido bate na mulher, ela fez alguma coisa errada; se o ex- mata a mulher, ela fez alguma coisa errada; se a mulher é violentada, ela fez alguma coisa errada. Ou seja, a vítima, que é a mulher, se torna a culpada da violência que cometeram contra ela. Esse absurdo se revela por comentários desabonadores realizados por autoridades políticas, eclesiásticas, policiais ou de qualquer outro tipo. A clássica pergunta, quando uma mulher é estuprada “O que você estava vestindo?” denota a insinuação de que se ela estivesse se vestindo “com roupas adequadas” isso não aconteceria. No entanto, estupros acontecem com mulheres na terceira idade ou crianças, mulheres muçulmanas que usam burcas, mulheres militares com uniformes etc É preciso um basta na culpabilização da vítima. Quem estupra é o estuprador e não importa a roupa que a mulher esteja usando.

segunda-feira, 24 de março de 2014

Pra quem ainda defende a Ditadura Militar

Para quem ainda defende a Ditadura Militar sugiro a leitura dos livros: Brasil Nunca Mais, de D. Helder Câmara e Batismo de Sangue, de Frei Beto, além de acompanhar as investigações da Comissão da Verdade. Acompanhem também a biografia dos mortos, torturados e exilados pela Ditadura Militar, voce encontrará muitos professores, estudantes, jornalistas, advogados, médicos, economistas, sindicalistas, crianças, mulheres grávidas, militares, homens e mulheres anônimos que lutaram por liberdade e justiça. Em Maringá, para que não voltemos ao terrível passado que foi a Ditadura Militar, também, temos eventos marcados para dia 29 - Ato na Praça Raposo Tavares e dia 31 - Mesa Redonda na UEM.
Na foto: D. Helder Câmara

domingo, 9 de março de 2014

Uma Análise da Situação da Mulher Brasileira

Artigo publicado no jornal Gazeta do Povo, no dia 08 de março, pelo Dia Internacional da Mulher: http://www.gazetadopovo.com.br/opiniao/conteudo.phtml?tl=1&id=1452550&tit=Uma-analise-da-situacao-da-mulher-brasileira

sábado, 8 de março de 2014

Dia Internacional da Mulher!

08 de março! Dia Internacional da Mulher!Muito que fazer para garantir a verdadeira igualdade! Lembremos das mulheres que vieram antes de nós e abriram espaços... Só pra citar algumas: Olympe de Gouge - Declaração dos Direitos da Mulher (1791); Chiquinha Gonzaga - Maestrina, compositora - lutou pelos direitos autorais e voto feminino; Rose Marie Muraro - escritora e feminista; Margarida Alves - sindicalista - assassinada; Dorcelina Folador - prefeita de Mundo Novo - assassinada; Clara Scharf - exilada política pela ditadura militar; Dilma Roussef - Presidenta do Brasil e tantas mulheres batalhadoras, anônimas ou não, que fizeram e fazem a nossa história. E como disse Rose Marie Muraro em uma apresentação: "nós não temos noção do que significa poder andar por aí, sentar com as amigas num bar, poder estudar e trabalhar. Nos anos 1960 quando a gente sentava num bar, a polícia ia lá e tirava pois dizia que moça de família não podia estar ali. Por isso devemos valorizar cada conquista". Devemos garantir as conquistas e nos fortalecer diante dos desafios que temos, ainda, que enfrentar. Parabéns a todas as mulheres, que com sua sensibilidade e garra contribuem para construir um mundo sem violência, sem homofobia, sem discriminação de qualquer espécie e com igualdade entre mulheres e homens.

sexta-feira, 7 de março de 2014

Sinteemar cria Núcleo de Mulheres

Pela manhã participamos do Café para as Mulheres no Sinteemar (Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Maringá), convidando para as atividades do dia 08 de março: 10 hs na Praça Raposo Tavares e 15 hs debate no Sinteemar: Desafios e Conquistas da Mulher Bras
ileira. Parabéns as diretoras Simone, Marilda e Tereza pela criação do Núcleo de Mulheres do Sinteemar.